Diário de Bordo: RJ


Bom dia meninas.
Pois bem, eu ainda estou nessa rotina de hospital. Ontem à tarde minha mãe passou pela segunda cirurgia. A primeira foi a aproximadamente 3 meses atrás. Fomos pegas de surpresa por esta nova cirurgia, pois ela ia apenas fazer a retirada de um cateter. Graças a Deus hoje ela já está bem. Já saiu do soro, ela estava com um dreno que já foi retirado.
Enfim, como todos sabem ficar em hospital é cansativo e maçante. Ainda mais para nós, que somos catarinenses e estamos no Rio de Janeiro. Eu estou 24h.
Como estamos aqui no Hospital da Aeronáutica, dependemos deles comprarem as nossas passagens de volta, para retomarmos a vida normal. Estou trabalhando aqui, dentro da medida que eu posso. Mas o que eu vou levar daqui são as amizades e as histórias. Conheci pessoas de vários lugares. De SC como nós, de Salvador, do Rio mesmo... E histórias...
E é nessas horas difíceis é que realmente descobrimos quem realmente gosta de nós e se sacrifica por nós... Porque não é fácil abdicar de tudo, casa, trabalho e conforto, para passar dias num hospital.
Minha mãe foi internada no dia 26/11, segunda-feira vai completar 2 semanas que estamos aqui. Estou com fé de que até início da semana retornaremos. Pois apesar de a minha mãe ainda ter mais um procedimento cirúrgico, nem sei se posso chamar assim, mas como não sou médica eu chamo... rsrrs Acredito que ela terá alta amanhã.
Vocês não fazem ideia, faz duas semanas que estamos longe de casa, por causa da documentação toda que precisamos fazer em Florianópolis, para autorizar a internação e os procedimentos, uma vez que se trata de um ‘militar’, pois minha mãe é sargento pensionista.
Apesar de eu nunca ter vindo ao RJ antes, devo confessar que me decepcionei com a “Cidade Maravilhosa”. Ela é suja, com pessoas amontoadas em favelas, pessoas sim maravilhosas. Fomos muito bem tratadas no Hospital.
Temos vista para o Cristo Redentor, da sacada do quarto. Ele é sim muito bonito.
Agora vou dar uma dica para vocês: Confiram o troco e a Nota Fiscal. Não teve um único lugar que eu tenha ido aqui no Rio, que não tentaram me lograr. Desde o troco errado no mercado, até no Shopping da Tijuca no quiosque da Carolina Sales que me cobraram um brownie a mais do que eu consumi. Até mesmo a loja do Boticário, onde a moça esqueceu de me vender um desodorante e colocou a cor errada do corretivo na minha sacola. Teve até o caso de uma loja, ainda no Shopping, onde tentaram vender para a minha colega, uma sapatilha U-S-A-D-A! Pode isso!?
Mas valeu muito a experiência. Muito mesmo.

Beijos, logo logo voltamos a rotina normal!

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta aqui fia!